top of page

Alerta Calor retornando no Brasil e Onda de Calor no Mundo: Alterações Climáticas em Ação

Atualizado: 21 de jul. de 2023

Nesta postagem, abordamos as previsões do tempo para o Brasil e os efeitos das mudanças climáticas no país. Analisamos também, os impactos da onda de calor extremo no hemisfério norte.

Sol brilhando no céu, calor intenso no Brasil e no mundo.
Calor retornando para o Brasil e Onda de calor extremo no hemisfério Norte.

Bem-vindos ao blog Tudo Sobre Geografia! Eu sou o Professor Bruno Barros e aqui trago informações especializadas sobre astronomia, fenômenos da natureza e aulas de geografia. Se você é apaixonado por esses temas, inscreva-se no nosso canal e deixe o seu like para fortalecer nossa comunidade educativa no YouTube.


Hoje, vamos discutir uma mudança no padrão climático que afetará o Brasil nos próximos dias, trazendo altas temperaturas para o Sul, Sudeste e Centro-Oeste, com máximas próximas ou superiores a 30°C. Enquanto isso, países do Hemisfério Norte estão enfrentando uma poderosa onda de calor, deixando o mundo em alerta.


Abaixo você encontra a previsão de calor no Brasil nos próximos dias, continue lendo.




A Previsão para o Brasil


Nos últimos dias, a passagem de ciclones, frentes frias e a entrada de massas de ar frio no país fizeram as temperaturas caírem em praticamente todo o Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste. O frio tem predominado especialmente no Sul, onde houve registros de geada e até mesmo de neve em Santa Catarina.


Mas a boa notícia é que esse padrão climático está prestes a mudar! Previsões indicam que uma alta pressão irá prevalecer sobre o território brasileiro nos próximos dias, inibindo a formação de chuva e reduzindo a nebulosidade em praticamente todos os Estados.


Porém, há algumas exceções. Alguns Estados como Minas Gerais, Espírito Santo e Bahia ainda terão a presença de nuvens e chuva fraca nos próximos dias, evitando a formação de temperaturas mais altas. Essa condição se deve aos resquícios da última frente fria que avançou pelo país.


As temperaturas máximas já estão em elevação em alguns Estados, como Maranhão e Tocantins. Nesta quarta-feira (19), foram registradas temperaturas de 38°C em Balsas e Porto Nacional. Modelos de previsão indicam que temperaturas similares também serão registradas no Centro-Oeste, especialmente no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul.


Na região Sul, mais precisamente ao oeste do Paraná, as temperaturas altas também serão registradas até a tarde do sábado (22), chegando a valores muito próximos dos 30°C em vários municípios. Durante a madrugada, as mínimas não cairão abaixo dos 10°C, chegando a 20°C em vários locais.


Contudo, é importante ressaltar que, com o aumento das temperaturas, a umidade relativa do ar também cairá, especialmente em São Paulo, onde os valores ficam em torno dos 30%, e no Centro-Oeste, onde os valores podem chegar a 20% ou menos. Isso pode ocasionar problemas de saúde, como irritações nas vias respiratórias e desidratação.


É fundamental que a população esteja preparada para enfrentar essa mudança no clima e adote medidas para se proteger do calor intenso. Hidratação adequada, uso de roupas leves e evitar exposição prolongada ao sol são algumas das recomendações para lidar com as altas temperaturas.


No Sul, Sudeste e parte do Centro-Oeste do Brasil, as temperaturas caíram devido à passagem de ciclones extratropicais, frentes frias e massas de ar polar. O frio foi intenso, chegando a ocorrer geada e neve em Santa Catarina. Mas agora, uma alta pressão predominará sobre o território brasileiro, inibindo chuvas e reduzindo a nebulosidade. Essa mudança climática é impulsionada, em parte, pela Oscilação Antártica, que afeta a posição da corrente de jato e a formação de sistemas frontais.


As temperaturas máximas estão subindo em Estados como Maranhão e Tocantins, com registros de 38°C em Balsas e Porto Nacional. A previsão indica que esse padrão se manterá, atingindo também o Centro-Oeste, especialmente Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.


A umidade relativa do ar também diminuirá, podendo chegar a 30% em São Paulo e a valores ainda mais baixos no Centro-Oeste, o que pode acarretar problemas de saúde. Por isso, é importante estar preparado para lidar com o calor intenso.


Abaixo você vai encontrar uma explicação sobre a onda de calor extremo no hemisfério norte. Continue lendo.




Onda de Calor no Hemisfério Norte


Enquanto o Brasil se aquece, o Hemisfério Norte enfrenta uma situação alarmante. Cinco grandes massas de ar quente estão espalhadas por várias regiões, provocando temperaturas extremas. O enfraquecimento da corrente de jato tem permitido que essas massas de calor fiquem estacionadas, pressionando o ar quente a descer à superfície e aumentando ainda mais as temperaturas.


Países como China, Estados Unidos e Europa estão registrando recordes de temperatura, com algumas áreas superando os 50°C. A China, por exemplo, registrou uma temperatura histórica de 52,2°C na cidade de Sanbao. O sudoeste dos Estados Unidos, especialmente o Vale da Morte, também enfrenta temperaturas acima dos 53°C, uma das maiores já registradas no mundo.


Essas ondas de calor são atribuídas a diversos fatores, sendo um deles o aumento das emissões de gases de efeito estufa, que intensificam o aquecimento global. Além disso, o acúmulo extra de energia nos oceanos e o enfraquecimento do El Niño também contribuem para esse cenário climático preocupante.


Implicações das Alterações Climáticas


É essencial entender que as alterações climáticas estão impactando o mundo de forma drástica. A frequência e intensidade das ondas de calor tendem a aumentar à medida que nosso planeta continua se aquecendo. Nesse sentido, é imprescindível adotar medidas para reduzir as emissões de gases poluentes e mitigar os efeitos das mudanças climáticas.


As informações fornecidas pelo canal Tudo Sobre Geografia são fundamentais para compreender essas questões e conscientizar a sociedade sobre os desafios climáticos que enfrentamos. Ao compartilhar esse conteúdo com o máximo de pessoas possível, contribuímos para uma maior conscientização e a adoção de ações que preservem nosso planeta para as futuras gerações.


Participação dos Inscritos


Agora, eu gostaria de saber como está o clima aí na sua cidade. Deixe nos comentários o nome da sua localidade e a condição climática atual. Suas informações são importantes para a comunidade do Tudo Sobre Geografia.


Consequências e Alertas


É importante destacar que as alterações climáticas não se restringem apenas a ondas de calor. O aumento das temperaturas também pode resultar em eventos climáticos extremos, como tempestades, secas prolongadas e aumento do nível do mar.


Caso deseje se aprofundar neste tema: fenômenos climáticos, eu indico o Curso Tudo Sobre Geografia, com o professor Bruno Barros, lá você vai encontrar um módulo exclusivo sobre o tema. O link de acesso para o curso é esse aqui: https://l1nk.dev/cursotudosobregeografia


Conclusão


Agradeço a todos por assistirem lerem a postagem de hoje e por participarem ativamente da nossa comunidade. Não se esqueçam de compartilhar esse conteúdo com amigos e familiares. Vamos juntos contribuir para um mundo mais consciente e sustentável. Até a próxima!


Assista a um vídeo do professor Bruno Barros explicando melhor sobre a onda de calor no mundo.






425 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page