top of page

SUPERVULCÃO EM SP está dando SINAIS de que VAI DESPERTAR? VULCÃO EM SÃO PAULO - RIBEIRÃO PRETO

Atualizado: 2 de mar. de 2022

Um supervulcão em São Paulo? Mais precisamente, na região de Ribeirão Preto. Que história é essa? Será que existe mesmo um vulcão adormecido em São Paulo? Será que ele pode entrar em erupção?

O ano de 2021 está sendo um dos mais ativos geologicamente da nossa história. Neste momento, diversos vulcões estão em atividade, como o Cumbre Vieja nas Canárias, o vulcão de Fogo na Guatemala e o Etna na Itália. Assim, muitos estão preocupados com os vulcões no mundo todo. E recentemente, surgiu uma conversa aqui na internet sobre um supervulcão em São Paulo. E muitos de vocês me perguntaram, lá no instagram, e aqui também sobre essa possibilidade.


E hoje nós vamos analisar essa possibilidade. O que é verdade? E o que é mentira sobre esse assunto? Então, eu te convido a ler esse post até o final, para entender o que de fato é realidade, sobre esse assunto! Vamos lá então.






Um artigo publicado há mais de 30 anos revela que um supervulcão foi o responsável direto pela separação entre a África e o Brasil e que todo o solo da região de Ribeirão Preto sofreu influência do derramamento de magma.


O estudo foi publicado na revista científica Nature no ano de 1995 e foi assinado por pesquisadores brasileiros e estadunidenses.


De acordo com o estudo, o restante do supervulcão é formado por uma gigantesca coluna de 200 km de largura por 400 km de profundidade, encravada abaixo das cidades de Ribeirão Preto e São José do Rio Preto, no interior de São Paulo.


Este supervulcão foi o principal responsável pela separação entre o Brasil e o continente africano há cerca de 135 milhões de anos, quando ambos faziam parte do supercontinente Gondwana.



Os restos do supervulcão foram descobertos após o encontro da coluna de rochas, aquecida 200 graus Celsius acima da temperatura média nas profundezas da região, que é de 1300 graus.


A análise dos sismogramas de centenas de tremores mostrou que a velocidade de propagação das ondas diminuía quando as vibrações se aproximavam da região de Ribeirão Preto, fenômeno que ocorre porque as rochas aquecidas alteram o modo como as ondas se propagam, diminuindo a velocidade de deslocamento.


A presença das rochas dava indícios da existência do supervulcão, mas ninguém sabia onde ele estava.


Um detalhe interessante, que aqui no Brasil, temos outros vulcões semelhantes a esse, porém adormecidos!


Podemos citar o vulcão na região amazônica. A região amazônica abriga o vulcão mais antigo já descoberto, com cerca de 1,89 bilhão de anos. Ele é parte de uma província de rochas vulcânicas chamada de Uatumã, que se espalhava sobre Amazonas, Mato Grosso, Pará, Roraima e até Venezuela e Suriname. A altura original do vulcão, próximo ao rio Tapajós, pode ter chegado a 400 metros.




E um outro vulcão, mais no centro-sul do país. Sem muita cara de vulcão, este foi formado há 140 milhões de anos, quando as placas se movimentavam em sentidos opostos. Nessa época, o Brasil quase foi partido ao meio: surgiu uma fissura que saía do Mato Grosso, passava por Paraná e Santa Catarina e chegava ao Uruguai. De lá vazou lava que cobriu uma área de 1,2 milhão de km2.



Então, essa história de um vulcão em São Paulo é verdade, e como vimos há estudos que comprovam isso. Será que ele pode entrar em erupção? Eu vou responder essa pergunta, depois de uma análise atual sobre eventos geológicos atuais.


No vídeo a seguir, o professor Bruno Barros, explica tudo sobre esse vulcão em São Paulo.



E o ano de 2021 tá bem complicado com tantos fenômenos geológicos. Nesse exato momento, além do vulcão Cumbre Vieja que está em atividade, com assustadoras explosões durante sua erupção, teve até bomba de lava. Temos também o vulcão de Fogo, na Guatemala, que entrou em atividade. Assim, cada vez mais o nosso planeta vem apresentando a sua força geológica.


Recentemente ocorreu um forte terremoto na ilha de Creta na Grécia, e até mesmo aqui no Brasil houve vários tremores, sentidos especialmente na região Norte do Brasil.


E muitos têm se perguntado por que tantos terremotos e tantos vulcões em atividade nesse momento?


Bem, a resposta de geologia é que o nosso planeta é geologicamente ativo, e que todos os dias ocorrem algum fenômeno, uns mais fortes e outros mais fracos. Assim, como os terremotos, os vulcões fazem parte destas atividades. Portanto, para a geologia, não há nada de anormal acontecendo.





Será que o supervulcão de São Paulo pode entrar em erupção? A resposta é não! Ele está inativo. E não oferece nenhum risco para a população local. Fiquem tranquilos!


E agora eu quero saber a sua opinião: Você acha possível esse vulcão Yellowstone entrar em erupção em nossos dias? Na sua opinião, por que tantos vulcões estão em atividade? Deixe o seu comentário, e veja o que os outros estão comentando também! A sua opinião é sempre muito importante!


E antes de finalizar esse post, eu quero indicar um vídeo bem interessante: COMO NÃO SER ENGANADO NA BLACK FRIDAY? Novembro, é mês da BLACK FRIDAY e a Elisa Miranda fez um vídeo especial explicando como não ser enganado. Você poderá assistir clicando no link a seguir.



E agora eu quero dizer para você que leu esse artigo até aqui, que eu conto com você para compartilhar esse post em suas redes sociais. Envia no grupo da família, nos grupos de whatsap que você participa para que mais pessoas tenham acesso ao nosso conteúdo educativo. Conto você!






8.192 visualizações1 comentário

1 comentario


Muito interessante esta matéria, hoje estou a serviço aqui em Ribeirão Preto e fiquei sabendo disto, ai resolvi pesquisar, sobre a região vulcânica.

Me gusta
bottom of page