top of page

TERREMOTOS E A POSSIBILIDADE DE ERUPÇÃO VULC NICA EM AÇORES - RESUMO

Mais de 27 mil tremores de terra no mesmo lugar nos últimos dias! Trata-se do arquipélago atlântico de Açores, pertencente a Portugal. Será que um vulcão está prestes a entrar em erupção? O que está acontecendo no arquipélago dos Açores? Poderia um vulcão nos Açores provocar um tsunami aqui no Brasil?

Hoje vamos trazer um assunto que vem chamando a atenção de muita gente no mundo todo! Em especial nos Açores. Nós vamos começar analisando o que está acontecendo nesse arquipélago. E em seguida, vamos verificar se esses tremores nos Açores poderiam causar um Tsunami no Brasil. E já vai comentando aqui embaixo, a sua opinião. Se você acha possível algo assim ocorrer aqui no Brasil.


Se uma atividade geológica lá nos Açores, poderia ter alguma influência aqui no Brasil?


Tremores vulcânicos e tectônicos, que indicam movimento de magma, foram registrados na Ilha de São Jorge, no arquipélago atlântico de Açores, pela primeira vez desde que uma preocupante crise sísmica começou há pouco mais de duas semanas, informaram autoridades.



O arquipélago dos Açores é formado por nove ilhas, divididas em três grupos geográficos: Oriental, composto por São Miguel e Santa Maria; Central, com o maior número de ilhas, incluindo Terceira, Graciosa, Pico, São Jorge e Faial; e Ocidental, formado por Flores e Corvo.


A população açoriana reúne cerca de 250 mil pessoas, concentradas principalmente na ilha de São Miguel e na Terceira, as mais densamente povoadas e com melhor infraestrutura.


A exuberante ilha vulcânica, no arquipélago português, foi atingida por mais de 27 mil pequenos tremores, e há receio de que a atividade seja o sinal de uma erupção ou um poderoso terremoto.


Terremotos vulcano-tectônicos, também conhecidos como híbridos, ocorrem quando há fusão de tremores tectônicos de alta frequência com tremores vulcânicos de baixa frequência. Isso sugere movimento de fluídos em profundidade, assim mais terremotos do tipo são esperados. Esses sinais mostram o que pode ser esperado em sistemas vulcânicos ativos.


O alerta vulcânico está no nível 4 em uma escala de cinco níveis, o que significa que há possibilidade real de que o vulcão possa entrar em erupção pela primeira vez desde 1808.


Vale destacar que tremores vulcano-tectônicos são "normalmente os primeiros precursores reportados para erupções em vulcões que estão adormecidos por décadas ou mais".


Agora nós vamos aprofundar um pouco mais nesse tema, para tentar entender se realmente um vulcão poderá entrar em erupção nos Açores.


Microssismos e sismos de baixa magnitude ocorrem sempre que um vulcão "acorda" e a sua entrada em erupção se aproxima no tempo. Alguns vulcões possuem normalmente atividade sísmica de baixo nível, mas um aumento significativo desta mesma atividade poderá preceder uma erupção. Outro sinal importante é o tipo de sismos que ocorrem. A sismicidade vulcânica divide-se em três grandes tipos: tremores de curta duração, tremores de longa duração e tremores harmónicos:


Os tremores de curta duração são semelhantes aos sismos tectônicos. São resultantes da fraturação da rocha durante os movimentos ascendentes do magma. Este tipo de sismicidade revela um aumento significativo da dimensão do corpo magmático próximo da superfície;



Os tremores de longa duração indicam um aumento da pressão de gás na estrutura do vulcão. Podem ser comparados ao ruído e vibração que por vezes ocorre na canalização em casas. Estas oscilações são o equivalente às vibrações acústicas que ocorrem no contexto de uma câmara magmática de um vulcão;


Os tremores harmónicos acontecem devido ao movimento de magma abaixo da superfície. A libertação contínua de energia deste tipo de sismicidade contrasta com a libertação contínua de energia que ocorre num sismo associado ao movimento de falhas tectónicas.

Os padrões de sismicidade são geralmente complexos e de difícil interpretação. No entanto, um aumento da atividade sísmica num aparelho vulcânico é preocupante, especialmente se sismos de longa duração se tornam muito frequentes e se tremores harmónicos ocorrem.


😎 Nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/tudosobregeografia


À medida que o magma se aproxima da superfície a sua pressão diminui, e os gases que fazem parte da sua composição libertam-se gradualmente. Este processo pode ser comparado ao abrir de uma lata de um refrigerante com gás, quando o dióxido de carbono escapa. O dióxido de enxofre é um dos principais componentes dos gases vulcânicos, e o seu aumento precede a chegada de magma próximo da superfície. Por exemplo, em 13 de maio de 1991, 500 toneladas de dióxido de enxofre foram libertadas no Monte Pinatubo nas Filipinas. As emissões de dióxido de enxofre chegaram num curto espaço de tempo às 5 000 toneladas. O Monte Pinatubo entrou em erupção a 12 de junho de 1991.


Com base nesta análise geológica, não podemos afirmar que uma erupção vulcânica é iminente nos Açores. Porém, os 27 mil tremores recentes indicam que algo estranho está acontecendo. Assim, vale a pena ficar em alerta! As autoridades locais já devem ter um plano de socorro caso o pior ocorra.


O interessante, é que tudo que ocorre no Atlântico deve despertar o interesse dos brasileiros, devido a possibilidade destas atividades sísmicas causarem um tsunami que poderia atingir o Brasil. No momento não há nenhuma possibilidade de um tsunami se formar a partir dos Açores. Porém, muita gente ainda pensa nesta possibilidade.


😎 Nossa página no Facebook: https://www.facebook.com/tudosobregeografia


Para mais informações acesse: https://www.tudosobregeografia.com.br/


67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page